Artigos

Acompanhe as dicas e orientações de nossa
equipe médica para manter a sua saúde em alta!

Artigos

 

Por questões comportamentais e genéticas, os homens podem ser acometidos por tipos específicos de doença. Em efeito comparativo, o sexo masculino está mais sujeito a determinadas condições do que o feminino. Devido à procura inexpressiva de homens em busca de exames preventivos, surgiu a campanha de conscientização Novembro Azul que tem o câncer de próstata como carro-chefe, embora seja válida para outras doenças. Conheça as principais.

O que são?

O Novembro Azul é uma campanha de conscientização que visa a prevenção de doenças comuns entre os homens. A precaução quanto ao câncer de próstata, tipo de tumor mais comum entre pacientes do sexo masculino, é o carro chefe do movimento, embora não seja o único mal a ser combatido. Por questões genéticas e até comportamentais, o homem é mais suscetível a uma gama de patologias que entre as mulheres não é tão comum. 

É o caso das doenças cardiovasculares e da obesidade. Além de essas condições terem incidência maior entre homens, algumas doenças são exclusivamente masculinas, como a disfunção erétil e a andropausa. Confira a seguir um pouco mais sobre as patologias que mais os acometem.

Doenças cardiovasculares

Homens de até 50 anos de idade perecem mais com doenças cardiovasculares do que as mulheres dessa faixa etária. Isso está associado à suscetibilidade em desenvolver algumas doenças, como hipertensão arterial, colesterol alto, diabetes, obesidade, sedentarismo e alcoolismo em maior grau que as mulheres. Dentro desses problemas, os mais comuns são o infarto do miocárdio, a angina e o acidente vascular cerebral (AVC).

Isso está diretamente relacionado a fatores comportamentais como o excesso de álcool, cigarro, além de uma dieta irregular, baseada no consumo de alimentos industrializados e atividade física inexistente.

Em contrapartida, pacientes do sexo feminino acabam por desenvolver esses tipos de problemas após a menopausa. Por isso as doenças cardiovasculares nelas são mais raras antes da quinta década de vida.

Segundo estudos da Organização Mundial da Saúde (OMS), as doenças cardiovasculares em homens são a segunda principal causa de mortes no mundo. E esse dado alarmante tende a aumentar até 2030.

Após os 40 anos de idade, o consenso médico indica exames cardiovasculares de rotina. Hábitos saudáveis como mudança na dieta e exercícios também são indicados para a prevenção desses tipos de patologias.

Diabetes

Essa doença está muito associada às mulheres. De fato, tal condição afeta muito mais mulheres do que homens. Mas de forma alguma esse apontamento deve ser ignorado. A diabetes é uma doença silenciosa que cada vez mais atinge homens no Brasil e no mundo. 

Mais de 90% dos casos de diabetes tipo 2 estão correlacionados a hábitos pouco saudáveis. Como nas doenças cardiovasculares, a falta de atividade física e o consumo inadequado de alimentos ricos em calorias e gorduras, predispõem o organismo do indivíduo a contrair diabetes. Inclusive, esse tipo de doença está diretamente associado ao surgimento de outras patologias e disfunções no homem, incluindo a erétil.

Obesidade

Uma pessoa obesa é aquela que desenvolve um aumento excessivo de gordura corporal. O sobrepeso, portanto, é um gatilho para uma variada gama de doenças. Sobretudo as de ordem cardiovascular. 

Em vários países do mundo, como nos EUA, a obesidade é considerada uma epidemia entre homens acima dos 40 anos de idade. Isso se deve, principalmente, ao padrão alimentar rico em gorduras e carboidratos. Segundo a Organização Mundial de Saúde, o problema atinge quase dois bilhões de adultos em todo mundo. 

Como não podia ser diferente, pacientes do sexo masculino são mais acometidos por esse problema, no comparativo com as mulheres.

Andropausa

Está é uma condição hormonal muito comum entre homens na faixa dos 40 a 50 anos. De forma geral está associada à queda dos níveis de testosterona no sangue. Isso causa uma série de sintomas peculiares a esse tipo de problema, nocivos à qualidade de vida do paciente. Dentre os quais estão a perda da libido, depressão, ansiedade, dores, cansaço excessivo, calvície, irritabilidade e insônia.

Disfunção erétil

Esse é um problema que perturba muitos homens, já que dificulta a ereção durante o ato sexual. Apesar de ser altamente tratável, a disfunção erétil pode ser resultado de uma série de problemas de ordem física e até mesmo psicológica.

Por isso o médico deve estar atento ao verdadeiro causador dessa condição. Inclusive, se profissional da saúde não for procurado, o problema poderá se agravar gradualmente. 

Muitas vezes a disfunção erétil pode envolver problemas que vão desde a circulação do sangue (como registrado em hipertensos e diabéticos) até a obesidade, que também pode estar associada à dificuldade de ereção. Portanto, o médico deverá estar a par de todas as limitações sexuais infligidas aos homens que sofrem com problemas de ordem vascular.

Câncer de próstata

A doença símbolo da campanha Novembro Azul é o segundo tipo de câncer mais mortal entre os homens. Só perde para o do pulmão. Felizmente, se diagnosticado precocemente, as chances de cura são amplas, inclusive sem a possibilidade recidiva. Por isso, depois dos 45 anos, os exames anuais de rotina, tal como o de toque retal, evitam a progressão da doença e de uma metástase que possa atingir órgãos vitais.

Centro Médico Berrini

Rua Hilário Furlan, 107
Brooklin - São Paulo - SP
CEP: 04571-180

Clique aqui para visualizar o mapa

Horário de funcionamento

Consultas
Segunda a sexta - Das 8:00 as 20:00h

Exames
Segunda a sexta - Das 8:00 as 18:00h
Sabado - Das 8:00 as 12:00h

Novidade!

Agora temos convênio com estacionamento no nº 63 de nossa rua!!