Artigos

Acompanhe as dicas e orientações de nossa
equipe médica para manter a sua saúde em alta!

Artigos

A meningite é nada mais do que uma inflamação que acomete as meninges, membranas que revestem o cérebro. Essa estrutura é incumbida de proteger o sistema nervoso central, medula espinhal, tronco encefálico e o encéfalo.

Meningite sintomas: existem tipos variados de meningite, que podem ser classificados de acordo com as causas específicas e sintomas particulares.

As causas (O que é meningite é como se pega?) 

Os principais tipos de meningite são a viral, a bacteriana e a fúngica. Além delas, a inflamação pode ser decorrente de um quadro alérgico, sobretudo a um tipo de medicamento específico, e até mesmo se originar a partir de um câncer.

Esse tipo de enfermidade pode acometer qualquer pessoa, independentemente de sexo e idade. A mais comum é a do tipo viral, enquanto a inflamação originada por fungos é a mais rara.

Meningite transmissão: felizmente, a meningite causada por vírus é menos grave, sendo que muitas vezes o paciente poderá se recuperar sem a exigência de um tratamento. Essa transmissão de meningite viral se dá após o contato com um alimento, água e até mesmo objetos contaminados, sendo sua maior prevalência durante o começo do outono.

Meningite sequelas: já a de origem bacteriana é a mais grave, podendo acarretar uma série de consequências para quem sofre com ela. A meningite tem cura, embora o agravamento desse tipo bacteriano possa causar graves sequelas ao paciente acometido por ela, como surdez e cegueira, por exemplo. Isso ocorre em detrimento da corrente sanguínea que, em alguns casos, transporta a bactéria para o cérebro.

A meningite meningocócica, por exemplo, causada pela bactéria Neisseria Meningitidis se dispersa pelo organismo, por meio da corrente sanguínea. Adolescentes e jovens adultos são as pessoas mais vitimadas por esse tipo de contágio.

De forma geral, a inflamação de origem bacteriana é proveniente de uma infecção primária, causada no ouvido ou até mesmo após algum procedimento cirúrgico.

Além da meningite meningocócica, ou meningite B, outras bactérias também podem causar severas inflamações nas meninges. São os casos da Haemophilus Influenzae  (muito comum em crianças); e da Listeria Monocytogenes, que apesar de assintomática, pode causar graves problemas em pessoas com baixa imunidade.

 Por fim, a meningite fúngica, apesar de ser a mais incomum, é responsável pelo quadro crônico. Inclusive, os sintomas dessa inflamação se assemelham ao tipo bacteriano. Por isso mesmo, o paciente diagnosticado com esse problema, deve receber tratamento intensivo, já que a doença inspira cuidados reforçados. 

Sintomas (Como saber se uma pessoa está com meningite?) 

A sintomatologia, proveniente da meningite durante as primeiras manifestações, é facilmente confundida com indicativos de gripe. Entretanto, os sintomas tendem a se agravar após dois dias.

Comumente, como em qualquer tipo de inflamação, o paciente apresenta um quadro febril, geralmente ultrapassando os 38 graus de temperatura corporal. Além da febre, é comum que o paciente desenvolva forte dor de cabeça e rigidez no pescoço.

No decorrer dos dias, os sintomas da meningite podem variar entre náuseas, vômitos, confusão mental, sonolência e fotossensibilidade. Em casos mais graves, a pessoa pode desenvolver quadros de convulsão.

Já a meningite em bebês pode ser identificada por meio da irritabilidade da criança, acima do normal. Os responsáveis devem se atentar aos sintomas relatados e à mudança brusca no humor do bebê.

Diante dos primeiros sinais, o paciente, ou seus responsáveis, devem procurar imediatamente por uma assistência médica de confiança. Quanto mais rápido for o tratamento para meningite, os prognósticos serão melhores e a recuperação será mais eficaz, evitando, em muitos casos, possíveis sequelas.

Como é realizado o diagnóstico da meningite?

A identificação da doença é realizada por meio do histórico sintomatológico apresentado pelo paciente. A partir do relato, o médico será incumbido de encaminhar o paciente para uma coleta de sangue, para constatar uma possível cultura de bactérias ou vírus. Exames de imagem, tais como o raio-x e tomografias, são utilizados para identificar possíveis sinais de infecção pelo corpo. 

Os tratamentos 

Constatado o problema, o médico irá indicar o melhor tratamento. Isso vai depender do tipo específico da doença. No tratamento viral, muitas vezes nenhum remédio é indicado, já que a recuperação se dá pelo próprio organismo. Indica-se apenas repouso absoluto e hidratação contínua. Se houver quadro de dor, medicamentos analgésicos poderão ser indicados.

Já o tratamento do tipo bacteriano deve ser realizado logo após a constatação da patologia. Essa meningite tem cura, porém, a administração de antibióticos intravenosos deve ser conduzida de imediato, já que a doença pode ser letal. Além disso, é indicado o uso de cortisona para inflamações bacterianas. 

Se não houver comprovação do tipo de meningite, o médico poderá preconizar medicamentos antivirais e antibióticos para o paciente acometido pela doença. 

Nos casos em que a inflamação é originada por um fungo, o paciente é submetido a um tratamento via fungicidas. Lembre-se que somente um médico poderá indicar o recurso terapêutico mais adequado para cada tipo de problema.

Como prevenir a meningite

Meningite vacina: existem vacinas de meningite que previnem a doença bacteriana e suas variações. Esse é o caso para a meningite ACWY, causada pela bactéria meningococo, que é capaz de imunizar uma pessoa a partir dos seus dois meses de idade.

É de extrema importância que todas as pessoas sejam vacinadas, já que a meningite bacteriana pode ser letal, além de poder provocar uma série de agravantes, se não tratada a tempo. 

Centro Médico Berrini

Rua Hilário Furlan, 107
Brooklin - São Paulo - SP
CEP: 04571-180

Clique aqui para visualizar o mapa

Horário de funcionamento

Consultas
Segunda a sexta - Das 8:00 as 20:00h

Exames
Segunda a sexta - Das 8:00 as 18:00h
Sabado - Das 8:00 as 12:00h

Novidade!

Agora temos convênio com estacionamento no nº 63 de nossa rua!!